As Obras e a Fé

“Meus irmãos, se alguém diz que tem fé, mas não tem obras, que adianta isso? Por acaso a fé poderá salvá-lo? Por exemplo: um irmão ou irmã que não tem o que vestir e lhes falta o pão de cada dia. Então alguém de nós diz a eles: “Vão em paz, se aqueçam e comam bastante”; no entanto, não lhes damos o necessário para o corpo.

Que adianta isso? Assim também é a fé: sem obras, ela está completamente morta. Alguém poderia dizer ainda: “Você tem a fé, e eu tenho as obras. Pois bem! Mostre-me a sua fé sem as obras, e eu, com as minhas obras, lhe mostrarei a minha fé.” Você acredita que existe um só Deus?

Muito bem! Só que os demônios também acreditam, e tremem! Insensato, quer ver como a fé sem as obras não tem valor? Quando nosso pai Abraão ofereceu o filho Isaac sobre o altar, não foi pelas obras que ele se tornou justo? Vocês podem perceber que a fé cooperou com as obras dele, e que pelas obras essa fé se tornou perfeita. E assim se cumpriu a Escritura que diz: “Abraão acreditou em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça.”

E Abraão foi chamado amigo de Deus. Como vocês estão vendo, o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé. Do mesmo modo a prostituta Raab, ao dar hospitalidade aos mensageiros e ao fazê-los voltar por outro caminho, não foi ela justificada pelas suas obras? De fato, do mesmo modo que o corpo sem o espírito é cadáver, assim também é a fé: sem as obras ela é cadáver.”  Tiago 2,14-26
                                                                                                                                                                                                        Queridos irmãos, temos que compreender que a fé é a força que move as obras. Porém de que serve a Fé se não dá frutos? Se não realiza obras. De que serve o tijolo se não construirmos o muro? Vemos a humanidade apegada a uma fé que apenas pronuncia palavras. A Fé não pode salvar por si só. “A Deus rogando e com o malho dando.”

É inútil que tenhamos apenas boas intenções, se no fim as obras não são concretas. As palavras alimentam a alma, porém há irmãos que dizem: trabalhem sobre si mesmos, busquem a autorrealização do Ser, mas não explicam como fazer, não dão o alimento, apenas dizem para que comam. Falam de um nascimento, de cristalizar em si a força do Espírito Santo, aquecer o corpo e a alma, mas não entregam os Mistérios do Arcano com clareza.

De que adianta isto? Uma pessoa pode ter fé, porém sem obras, é como um leito de rio sem as águas, é inútil até que se faça as obras. profetaescrevendoAs Obras são um ato de Fé, já que muitas vezes abdicamos de tudo que se tem pela Obra, e como Jó ao final das provações, tudo nos é devolvido em maior quantidade que no princípio.

Este é o caminho do Apostolado, não um caminho de palavras vãs, senão de prática. Obras. Quando Abraão ofereceu seu filho Isaac em sacrifício, não foi apenas a fé, senão a obra que dez a diferença, logicamente impulsionado pela fé.

O caminho do Apostolado exigi muitos sacrifícios como o que Abraão fez, pois aquele que não tem Fé e não tem Obras não qualifica o Apostolado. As Obras qualificaram a sua Fé, e a perfeccionaram, já que se tornou uma Fé consciente, comprovada pela prática. A Fé sem Obras, é como o corpo sem o Espírito, símbolo de morte e decadência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s