O Decálogo

decalogo_1500

Vemos que no decorrer da história, foram entregues muitos ensinamentos a humanidade, nas mais diversas culturas.

Dentre estes ensinamentos encontramos um dos livros de maior sabedoria oculta, a Bíblia.

Os textos destas escrituras possuem conhecimentos elevados e profundos, mas que muitas vezes, infelizmente, são interpretados de forma literal, conduzindo ao erro.

Os grandes ensinamentos dificilmente são dados de forma literal, em grande parte são apresentados como parábolas, em simbolismos.

E isto acontece porque a humanidade geralmente não tem condições de receber esses mistérios tal como são, pois seu nível de consciência é insuficiente para compreender a verdadeira importância desses ensinamentos.

A também a relação com a não profanação dos mistérios, como é dito biblicamente pelo Mestre Jesus: “Não dar pérolas a porcos.” Os dez mandamentos, por exemplo, são um caso a ser analisado e verdadeiramente compreendido.

Estes mandamentos foram entregues por Moisés, ao povo que foi resgatado do Egito para que pudessem viver suas vidas de acordo com as leis divinas. Estes mandamentos são guias para que possamos lograr trilhar este caminho, pois todo aquele que compreende esta jornada rumo ao mestrado, rumo a perfeição, a seu Ser, deve buscar cumprir com os desígnios de Deus.

1) Amar a Deus sobre todas as coisas.
Para amar a Deus, é necessário compreende-lo e saber aonde ele está. É absurdo amar o que não compreendemos nem sabemos onde encontrar. Deus está em todas as partes por essência, presença e potência, está nas alturas. Devemos amá-lo não com palavras, mas em fatos.

O amor é uma causa profunda e indefinível, e conhecemos seus atributos e vemos seus efeitos, porém desconhecemos a causa. Se manifesta pela simpatia e pela força da atração. É o sentimento mais puto que se traduz em fatos e não em razões. É o impulso que funde a vida, felicidade e harmonia. É a própria força criadora em ação.

Devemos amar todo o universo manifestado, pois ali se expressa Deus, desde o diminuto átomo, até as formas mais densas. Amar a Deus sobre todas as coisas significa sentir e descobrir em nós este princípio criador, apreciá-lo e intensificá-lo, inclinar-nos a ele em adoração e respeito, vê-lo em tudo e em todos.

Cumprir este mandamento significa manter-se em íntima recordação de si durante todos os eventos da vida. Deve-se começar por amar em nós mesmos esse princípio durante todos os eventos da vida. Deve-se começar por amar em nós mesmos esse princípio vital e depois lhe veremos nos demais.

2) Não jurar seu Santo Nome em vão.
Jurar é tomar a Deus como testemunha de algo que prometemos cumprir. Deus é uma palavra misteriosa. “Mas quando a Deus fizeres uma promessa, não tarde em cumpri-la; porque não lhe agrada os insensatos, assim paga o que prometeis.” (Eclesiastes, 5-4) Também devemos cuidar com o uso de nosso verbo criador.

3) Santificar as festas.
Santificação é a limpeza da alma. Festa é alegria íntima, satisfação. Santificar as festas relaciona-se com conservar a pureza e perfeição de nossos triunfos e não voltar a pecar.

4) Honrar Pai e Mãe.
Honrar é servir, apreciar, estimar. Tanto nossos país físicos como os princípios internos.

5) Não matar.
Matar é cortar o sopro divino, é destruir a vida que palpita na natureza, e pelo motivo que nenhum mortal é capaz de infundir este sopro divino, tampouco deve tirá-lo de nada nem ninguém. Não se mata somente com o punhal ou bala, se mata com um pensamento, com palavras, com fatos, com desprezo, olhares, tudo isto fere e mata sentimentos e as intenções dos seres.

6) Não fornicar.
Fornicar é desperdiçar energias. Devemos ser castos em pensamentos, sentimentos e fatos. Não devemos fornicar com o verbo. Recordemos os centros da máquina humana onde cada uma possui suas energias, quando desperdiçamos as energias dos centros, fornicamos. Aqui há sabedoria encerrada. Quem tiver entendimento, que compreenda.

7) Não furtar.
Furtar é roubar, apoderar-se do alheio com ou sem violência, qualquer coisa por mais insignificante que pareça, inclusive ideias.

8) Não levantar falso testemunho nem mentir.
O verbo, a palavra, falada ou escrita, deve-se saber manejar, não se deve utilizá-la para caluniar nem difamar ninguém. Afirmar o que ignoramos ou desconhecemos é falsidade. Negar a realidade das coisas é mentir. O engano, a traição, a hipocrisia e a fraude são a mesma mentira disfarçada.

A mentira é o meio mais fácil para evadir responsabilidades, é a desculpa que levamos na flor dos lábios e sempre persegue fins desonestos e ilícitos. Aquele que nega a verdade e deprecia a justiça, ama a mentira e se torna um covarde.

9) Não adulterar.
Adulterar é tirar a pureza das coisas, da palavra falada ou escrita, dos valores e das pessoas. As coisas são adulteradas quando perdem sua integridade ou originalidade. Adultera-se com as energias sexuais quando um cônjuge comete o adultério.

10) Não cobiçar os bens alheios.
Cobiça é apetite desordenado de adquirir riquezas ou bens, ânsia de acumulação, desejo sem freio, ambição desmedida de possuir o que os outros possuem. Cobiçam-se coisas, riquezas, posições, poderes, a bela e virtuosa mulher alheia, o elegante, bondoso e respeitável marido de outra. A cobiça é capaz de tudo, não mede consequências nem se sacia facilmente.

Quando Jesus contou aos seus discípulos a Parábola do Semeador, os discípulos lhe perguntaram: “Mestre, porque usas parábolas para falar com o povo? E ele respondeu dizendo: “Porque a vocês lhes é permitido conhecer os mistérios do Reino dos Céus, mas a eles não.”

“Por isto lhes falo em parábolas, para que vendo, não vejam, e ouvindo não escutem, nem entendam”. “Eu garanto a vocês: muitos profetas e justos desejaram ver o que vocês estão vendo, e não puderam ver, desejaram ouvir o que vocês estão ouvindo, e não puderam ouvir.”  Mt. 13-11

 imagem-300X250sabado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s