A virtude e a tentação

A Vida, quantos mistérios tem a vida, e quantos incontáveis eventos temos de nos deparar e resolver para que possamos realmente resgatar estes valores íntimos que se encontram aprisionados em diferentes incompreensões, diferentes delitos em nosso interior.

Todos nós certamente apreciamos a calmaria, a tranquilidade, em seu sentido mais ameno e suave que proporciona a vida, mas no fundo estes momentos são os mais inúteis no sentido de modificações e avanços internos, pois estes processos tranquilos não permitem com que logremos desenvolver absolutamente nada, já que por não nos exigir nada, nada ganhamos.

A Grande diferença que existe entre aquilo que chamamos de Vida, que é esta vida comum e corrente que vivemos e aquilo que chamamos Caminho, no sentido de uma Obra Espiritual; é que na Vida nós não fazemos compreensão dos eventos, nem nos opomos ao que é errado, delituoso. Já quando nos integramos com esta fração Divina que em nosso interior levamos e passamos a dar a cada evento sua justa solução, então iniciamos a trilhar o caminho e passamos a ser tentados para que cometamos erros e da negação ao erro, surge, cresce, desenvolve-se a virtude.

Dificuldades, são coisas que vem de duas maneiras, uma como resultado de nossos delitos, quando vivemos a vida; e outra quando trilhamos o caminho e estas dificuldades são exatamente a oposição a esta integração espiritual, as tentações que buscam nos testar naquilo que estamos nos propondo realizar, e ao mesmo tempo vem para nos afastar disto, se falhamos. Ou claro, por outro lado, nos dá o aval concreto para que encarnemos e manifestemos estas preciosas joias que vamos recebendo do Espírito ao passar por estas provações.

Nem todas as pessoas trilham este caminho pela primeira vez, e raros aqueles que realmente se integram com a Obra, o fazem desde o começo. O que queremos dizer, é que nem sempre a vida nos parece justa se tentamos comparar o que vive um e o que vive outro, mas no fundo, as dificuldades, sejam humanas, sejam esotéricas, são o resultado destas particularidades de cada um, seja de seus erros, seja daquilo que o Íntimo de cada um precisa vivenciar e submete sua fração humana para que encarne as diferentes partes do Ser, ou mesmo se equipare mais uma vez a ele, já que quando nascemos não nascemos prontos, no sentido daquilo que já fizemos, senão que recapitulamos diversos processos ao longo da existência até estarmos novamente prontos para seguir em frente, dar continuidade aquilo que começamos em outras épocas, outras eras.

A Natureza constantemente recapitula-se em si mesma, o próprio período fetal que vivemos cada vez que regressamos ao reino humano, é no fundo uma vivência muito realista disto que falamos, afinal nos recorda a própria terra o ventre da mãe, e naturalmente nos desenvolvemos, e mesmo fora deste útero, já não nascemos falantes e atuantes, senão que recapitulamos certos processos e nos adaptamos a realidade atual da época e formamos os veículos necessários a esta expressão a este momento, como sabemos é a Personalidade neste caso, que serve de mediador com a localidade e a época que vivemos. Quando reencontramos o caminho espiritual, de certa maneira ocorre este mesmo processo, somente que esotérico, pois precisamos nos adaptar as palavras, ao método atual, seja para aprender, seja para poder ensinar. As próprias iniciações precisam ser revividas ainda que rapidamente, para que tenhamos mais uma vez estes valores encarnados e manifestos para as realizações que nos corresponde realizar.

Não há como existir virtude, sem tentação, nem tentação sem que haja um potencial, uma semente de virtude. Ninguém que não tenha condições de trilhar o caminho espiritual, pode ser tentado, pois seria um despropósito, uma inutilidade. Também a tentação são as trevas, a noite, e o caos, é o mesmo ventre, de onde se forjam e emanam as virtudes.

Em nossa vida, quando nos propomos a esta superação de nós mesmos, inevitavelmente surgem muitas escolhas delicadas, mesmo extremas, aonde somos tomados ao mesmo tempo por este impulso divino, e ainda assim tentados a outras realizações contrárias a isto e é aonde nos definimos pela Luz ou pelas Trevas, pelo ascenso ou pelo descenso. E ainda que o objetivo seja sempre superar estes obstáculos, inevitavelmente há processos aonde mesmo falhar é inevitável, já que é por vezes a forma de provar o orgulho, ou mesmo a continuidade de propósitos do caminhante, e é aonde muitos não entendem e abandonam o caminho precocemente.

Muitas pessoas reclamam de não ter encontrado a Luz, ou de não terem encarnados os dons e poderes espirituais que entendem lhes corresponde e no fundo temos de afirmar que quanto maior sejam estas trevas, se é que o iniciado está realmente trabalhando e verdadeiramente vencendo estas tentações, maior é sempre a luz, uma vez que teve de passar por isto em trevas. É claro que isto não é como ocorre com todos, porque cada um tem uma natureza distinta, vive processos distintos e isto faz com que de acordo com as missões que tenha, das realizações que lhe corresponda, venha tendo uma luz maior que os demais, uma compreensão e uma visão mais profunda e abrangente, como é natural de ser, já que não trabalha apenas por si mesmo, mas por guiar e ajudar outros em seu trabalho.

Há muitos princípios realmente Divinos hoje encerrados em formas humanas, prontos para desempenhar terríveis papéis em tempos tão difíceis como são estes que vivemos, e inevitavelmente passam por grandes sofrimentos e grandes amarguras e porque não dizer tragédias em suas vidas, exatamente para que consigam lograr vivenciar uma pequena fração de tudo que já viveram ao longo das eras e reincorporar mais uma vez estes Divinos Valores e Dons, os quais tem por direito fazer manifesto por meio de sua Alma, mas que depende da sábia vivência destes distintos processos que se desencadeiam em sua vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s