Os progenitores do homem na terra

Observa o começo da Vida informe senciente. Primeiro, o Divino, o Um que procede do Espírito-Mãe; depois, o Espiritual; os Três provindos do Um, os Quatro do Um, e os Cinco de que procedem os Três, os Cinco e os Sete. São os Triplos e os Quádruplos em sentido descendente; os Filhos nascidos da Mente do Primeiro Senhor, os Sete Radiantes. São eles o mesmo que tu, eu, ele, os que velam sobre ti e tua mãe, Bhumi.

Toda esta Estância fala dos Pais da humanidade, os Piris. Também fala do processo de desdobramento do Logos, numa escala macrocósmica, até atingir nossa dimensão física. Isso significa, de forma análoga, que também fala dos desdobramentos da Mônada original nas diferentes esferas de consciência e de vida, desde o Plano Logóico até o Reino de Malkuth ou plano físico, tridimensional, dentro de uma escala microcósmica. Assim, do Absoluto ou Ain, vem o Pai-Mãe original, que dá origem à Coroa Logóica ou Pai-Filho-Espírito Santo. Estes são os Três provindos do Um e formam a Raiz da Mônada, o Sagrado Triamazikamno, já aludido nas Estâncias anteriores. Depois, vem Terceira Ordem ou a Divina Tríade Atman-Buddhi-Manas, que, para se manifestar em nosso mundo, desdobra-se no quaternário ou no Carro de Mercavah. A Divina Tríade, juntamente com o Quaternário Inferior, formam os Sete, justamente os Triplos e os Quádruplos em forma descendente, que nasceram ou foram emanados da própria mente do Primeiro Senhor, numa clara alusão que o segundo triângulo é proveniente do primeiro. Dentro desse quadro geral, cumpriria ainda destacar o papel e a individualidade de cada uma dessas partes autônomas e independentes do Ser. Porém, isso seria demasiado longo. Além do mais, já falamos um pouco do Septenário Humano no Post anterior e voltaremos a estudar esse mesmo assunto sobre a Árvore da Vida, em Posts futuros.

O Raio Único multiplica os Raios Menores. A Vida precede a Forma e a Vida sobrevive ao último átomo. Através dos Raios inumeráveis, o Raio da Vida, o Um, semelhante ao Fio que passa através de muitas contas.

Até hoje a ciência não sabe o que é a vida. Um óvulo é fecundado por um espermatozoide porque ambos possuem vida. Essa vida, em síntese, é Deus. Deus é Deuses, os Raios Menores, que tanto existem e trabalham em esferas macrocósmicas quanto em microcósmicas, na dimensão dos átomos. É assim que Deus é onipresente e a vida se perpetua eternamente.

Quando o Um se converte em Dois, aparece o Triplo, e os Três são Um; é o nosso Fio! o Coração do Homem-Planta, chamado Saptaparma. A Unidade Pai-Mãe, Adam-Kadmon se converte em Dois: Kether e Binah; Brahmâ e Shiva; Osires e Ísis. Da sua união vem Hórus, Vishnu e Chokmah.

Esta é a coroa logóica, a raiz da Mônada que nos liga ao Absoluto. O coração do Homem-Planta é uma alusão sagrada de Saptaparma, a planta de sete folhas, com os sete corpos do homem.

É a Raiz que jamais perece; a Chama de Três Línguas e Quatro Mechas. As Mechas são as Centelhas que partem da Chama de Três Línguas projetada pelos Sete – dos quais é a Chama – Raios de Luz e Centelhas de uma Lua que se reflete nas Ondas moventes de todos os rios da Terra.

Aqui, a raiz que jamais perece, é a Divina Tríade. As quatro Mechas são o Quaternário Inferior, proveniente da Tríade, que dança em incontáveis personalidades no mundo material de Maya durante todo um Manvântara, através de milhares de vidas, que são todos os rios da Terra.

A Centelha pende da Chama pelo mais tênue fio de Fohat. Ela viaja através dos Sete Mundos de Maya. Detém-se no Primeiro e é um Metal e uma Pedra; passa ao Segundo e eis uma Planta; a Planta gira através de sete mutações e vem a ser um Animal Sagrado. Dos atributos combinados de todos esses forma-se Manu, o Pensador. Quem o forma? As Sete Vidas e a Vida Una. Quem o completa? O Quíntuplo Lha. E quem aperfeiçoa o último Corpo? O Peixe, o Pecado e Soma…

Este Sloka é muito claro. Todos os 7 corpos estão ligados à Mônada, pelo invisível fio da vida. Porém, para que a Mônada tivesse corpo, este foi trabalhado nas anteriores Rondas nos reinos mineral, vegetal e animal, até ganhar mente intelectual ou racional em corpo humano. E vem a pergunta: quem é o autor de tudo isso? A própria Mônada! Quem o completa? O Quíntuplo Lha, a Consciência, a Essência, Manas. Quem aperfeiçoa o último corpo, o corpo físico? A própria vida, sintetizada no Sol (masculino), na Lua (Feminino) e no ser das Águas da Vida, que, no conjunto formam um símbolo do Ser Imortal.

Desde o Primeiro Nascido, o Fio que une o Vigilante Silencioso à sua Sombra torna-se mais e mais forte e radiante a cada Mutação. A Luz do Sol da manhã se transformou no esplendor do meio-dia…

Desde o Homem Primitivo, o Adão-Eva físicos, o Fio da Vida, o Fio Monádico, une o Vigilante Silencioso ou o Ser a todas as suas encarnações as quais, se souber utilizar, poderá torná-lo mais radiante ou mais consciente de si mesmo nos Planos Espirituais em que mora.

“Eis a tua Roda atual” – diz a Chama à Centelha. “Tu és eu mesma, minha imagem e minha sombra. Eu me revesti de ti, e tu és o Meu Vaham até o dia “Sê Conosco”, quando voltarás a ser eu mesma, e os outros tu mesma e eu”. Então os Construtores, metidos em sua primeira Vestimenta, descem à radiante Terra e reinam sobre os homens – que são eles mesmos…

No fim do Dia Cósmico todas as Centelhas Divinas retornarão às Chamas de onde saíram, no amanhecer da vida, no início do Manvântara. Quando isso ocorrer, “voltarás a ser eu mesma, e, os outros, tu mesma e eu”, porque a variedade é a unidade e a separatividade entre os seres só existe dentro da ilusão de Maya. No fim do Tempo, os Construtores ou Cosmocratores, recolhidos à sua própria Unidade são, praticamente, os únicos que sobram, e são eles mesmos que emanaram todas as Centelhas que acabam recolhendo para si quando o tempo termina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s