Anjos e Demônios

angeles-y-demonios

Santo Agostinho, certa vez, escreveu sobre quando foi para o deserto fazer um retiro de silêncio e foi acometido por todo tipo de visão – tanto demônios quanto anjos.

Disse que em sua solidão, algumas vezes encontrava demônios que pareciam anjos, e outras vezes encontrava anjos que pareciam demônios.

Quando lhe perguntaram como ele sabia a diferença, o Santo respondeu que só se pode dizer quem é quem com base na sensação que se tem depois que a criatura foi embora.

Se você ficar arrasado, disse ele, então foi um demônio que veio visitá-lo. Se você se sentir leve e feliz, então foi um anjo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s